NOTÍCIAS

Guadalupe – Mãe da Humanidade e das Famílias

Em diversos lugares do mundo, a aparição de Nossa Senhora de Guadalupe, mexe com a imaginação e revela uma crença sem limites no sobrenatural que traz esse título. Guadalupe tem a Basílica na Cidade do México, um dos santuários marianos mais visitados do mundo, que atrai multidões.

Padroeira da América Latina, a devoção não se restringe a cidade da aparição. No Brasil, por exemplo, várias paróquias e capelas levam o título e, inclusive celebram no dia 12 de todo mês, missas especiais com novenário, até a tão esperada festividade em 12 de dezembro, dia dedicado à Virgem.

Em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, duas capelas levam o título na Arquidiocese. Em uma delas, duas histórias trazem a devoção profunda de duas mulheres que cresceram, serviram e constituíram família com as bênçãos da Mãe Guadalupe.

Thais Sobral Ayala, 39 anos, bióloga, casada e mãe de duas meninas vive a missão de ser família na Igreja. Ela lembra da infância na Igreja, quando através do pais, foi para um Grupo de Oração da Renovação Carismática na capela de Nossa Senhora de Guadalupe no bairro Parati. “Lá praticamente cresci, meu pai foi velado na Comunidade, também lá me casei e minhas filhas nasceram”, afirma.

Para a bióloga, a história de Guadalupe chama atenção. “A história linda das aparições dela ao índio, hoje santo, Juan Diego, depois os estudos feitos pela NASA na tilma do índio que desafia a comunidade científica e toda inteligência humana, me atraem e me fazem ainda mais devota”, completa.

Com a vida toda cercada por essa devoção, Thais diz que não tinha como ser diferente: “ Eu tenho o quadro dela na minha casa, a imagem e tudo que pode me remeter a ela. Meu marido e eu pedimos a intercessão dela em todos os momentos da nossa vida, já passamos por muitas tribulações e sempre recorremos a intercessão e ao amor dela para que possamos permanecer firmes. Quando morrer quero que ela esteja vestindo essa roupinha, para me receber, porque eu espero eu entrar no céu”, enfatiza.

A vossa proteção recorremos

Com a Yasmin não é diferente. À fisioterapeuta cresceu na comunidade, ainda serve nos grupos jovens e na música, mas agora ao lado do esposo. Ela também se casou na capela.

“Por tudo que Ela representa na minha caminhada e a forma que agiu durante meu relacionamento. Foi nessa comunidade, que fizemos o noivado, que participamos em muitos encontros juntos, e aí foi o lugar que nos conhecemos. Não tinha outro local para casarmos”, completa.

Segundo Yasmin, em casa e em todas as situações da vida, ela se coloca sob essa intercessão. “Ela me acompanha sempre. Quem chega na nossa casa a primeira coisa que vê é Ela. Recentemente descobrimos, que Ela é a padroeira dos nascituros e desde já apresentamos o nosso desejo de termos um filho (a), finaliza Yasmin.

Testemunhos como esses estão espalhados pelo mundo, e quem quiser viver a experiência de fé vivida por quem confia na intercessão de Nossa Senhora, assista Guadalupe- Mãe da Humanidade, dia 02 de maio, nos cinemas.

Assista ao trailer aqui.

 

 

 

 

SINOPSE

Nunca nenhuma mãe se mostrou tão terna e tão poderosa ao mesmo tempo como aquela que apareceu há 500 anos ao índio Juan Diego. Hoje, mais do que nunca, Nossa Senhora de Guadalupe mostra a sua ternura e o seu poder em tantos lugares do mundo. Por que e como aconteceu o aparentemente impossível? Que mistérios guarda a Tilma? Serão verdadeiras tantas histórias de milagres? Este filme leva-nos às aparições como se estivéssemos lá.

Testemunhos impactantes e inéditos fazem dele um canto luminoso e ágil, que busca a verdade e descobre o amor irresistível daquela que é a Mãe de Deus e da Humanidade, derretendo corações em lágrimas e transformando o mundo a partir de dentro.

 

Por Antonielly Maciel

COMPARTILHE